Erros de alguém.

E quem somos nós 
para condenar os
 erros de alguém?
Mal reconhecemos
 os nossos.